A queda do paredão sobre lanchas no lago de Furnas, em Capitólio – MG , foi provocada por causas naturais

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
A conclusão é da polícia civil do estado, que encerrou as investigações sobre o acidente em 08 de janeiro deste ano, que matou dez pessoas.
 
Segundo o relato policial, não houve interferência humana para que a estrutura, de 900 toneladas, despencasse sobre a área onde estavam ao menos oito lanchas e uma moto aquática.
 
A perícia geológica apontou duas razões para a queda:
 
Ação da correnteza das cachoeiras na parte inferior;
 
E vento e chuva que atingem a parte superior do bloco, constituído por fendas horizontais e verticais, chamadas de fraturas, que ajudam na influência de agentes naturais.
OUÇA AGORA
Clique no play e curta a Nova Onda
Open chat