Cazuza: disco “O Tempo Não Para” será relançado com faixas inéditas, 32 anos depois

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Lançado originalmente em dezembro de 1988, o disco “O Tempo Não Para” se tornou um marco na carreira de Cazuza.

Agora, em 2022, sete gravações inéditas devem oferecer ao projeto um desdobramento. Isto porque, gravado em outubro de 1988 no Canecão, no Rio de Janeiro, o projeto será relançado na íntegra em formatos físico e digital nesta segunda-feira (4) de abril. A data é estratégica: terão início na ocasião as celebrações dos 65 anos de Cazuza, que serão completados em 2023.

A estreia, conforme consta em comunicado, também faz parte de uma campanha batizada como “REVIVA CAZUZA”, comandada pela mão do artista, Lucinha Araújo, e a Sociedade Viva Cazuza. As ações tem como objetivo promover a imagem e a obra do poeta, um dos mais notórios criadores brasileiros.

Disponível inicialmente apenas com 10 faixas, por critério dos produtores e pelo espaço disponível no vinil original, “O Tempo Não Para” retorna agora com a ordem completa e original de faixas, além de um clipe inédito dirigido por Bárbara Coimbra contendo imagens do show e novas intervenções visuais.

Entram no set “Vida Fácil”, “Mal Nenhum” e “Blues da Piedade”, além de “Completamente Blue”, “A Orelha de Eurídice” e “Preciso Dizer Que Te Amo”.

“‘O Tempo Não Pára’ foi um show carregado de muita emoção e comoção; foi um abraço dos fãs do Cazuza em um momento único em sua vida e na de todos nós que o amamos. Poder comungar novamente dessa obra com coisas que nem mesmo eu conhecia é como um presente de Cazuza para todos nós, na data de seu nascimento. Cazuza vive e revive para sempre em muitos corações”, diz Lucinha Araújo.
 
Fonte: Papel Pop / Guilherme Araujo
OUÇA AGORA
Clique no play e curta a Nova Onda
Open chat