“Dirty Dancing”: Jonathan Levine é escolhido como diretor da sequência

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Clássico dos anos 1980, “Dirty Dancing – Ritmo Quente” (1987) vai ganhar uma sequência dirigida por Jonathan Levine, de “50/50” (2011) e “Meu Namorado é um Zumbi” (2013). Jennifer Grey está escalada para reprisar o papel de Frances “Baby” Houseman. As informações são da Variety.

“Embora o ‘Dirty Dancing’ original sempre tenha sido um dos meus filmes favoritos, nunca imaginei que dirigiria a sequência”, disse Levine em comunicado. Ele também produziu e coescreveu o roteiro ao lado de Elizabeth Chomko. “Através da coescrita, me apaixonei pelos personagens (novos e antigos), o mundo de Catskills da Nova York dos anos 1990 e a música, que varia de canções do filme original ao hip-hop dos anos 90.”

O norte-americano afirmou também honrado em poder trabalhar com Grey, que também atua como produtora executiva, e ansioso para trazer de volta essa “linda história de verão, romance e dança” para uma nova geração de fãs.  “E para [fãs] os de longa data, prometo que não vamos estragar sua infância. Vamos enfrentar a tarefa com sofisticação, ambição e, acima de tudo, amor”, garantiu.

Com o mesmo título do filme original, a expectativa é que a produção comece ainda este ano, a fim ser lançada em 2024. A Lionsgate pretende iniciar as vendas internacionais do longa durante do Festival de Cannes 2022.
 
Fonte: Papel Pop / Gabriel Fraga

Mais notícias...

OUÇA AGORA
Clique no play e curta a Nova Onda
Open chat