Pesquisa aponta que muitas crianças não receberam vacinas importantes

Uma pesquisa inédita revela o número de pais que deixaram de vacinar os filhos. No total, 13,3% disseram que não levaram os pequenos nas campanhas de vacinação. O estudo é de pesquisadores da rede de pesquisa solidária da Universidade de São Paulo e da Fundação José Luís Egydio Setúbal.

Segundo o levantamento, 83% dos pais afirmaram que aderiram às campanhas de vacinação. 4% não responderam ou não sabiam. Entre os com crianças ou adolescentes com idade igual ou menor de 14 anos, 98% admitiram que os filhos participaram e acreditam que as vacinas são importantes para a prevenção de doenças infecciosas.

A pesquisa entrevistou 2.120 pessoas de 18 anos ou mais, em todo o Brasil, entre os dias 29 de julho e 3 de agosto. Entre as regiões, a Centro-oeste foi a que mais aderiu. Já a Sudeste apresentou o menor percentual.

OUÇA AGORA
Clique no play e curta a Nova Onda