Mais da metade dos profissionais que sofre racismo no ambiente de trabalho deixa de denunciar por medo

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
O percentual de vítimas que não relata os casos é 61%, de acordo com pesquisa.
 
O levantamento aponta que 39% dos profissionais pretos e pardos já foram discriminados no local onde trabalham.
 
Por causa da cor da pele, eles enfrentaram situações com tratamento injusto e desigual.
 
Desse total, 18% confrontaram a pessoa que cometeu o crime e 11% comunicaram aos seus superiores.
 
Apenas 10% levaram o caso ao departamento de recursos humanos ou compartilharam com outros colegas.
 
A pesquisa mostra que em 48% das situações, o racismo é cometido por alguém que está em uma posição superior na hierarquia da empresa, como um gerente ou supervisor.
 
OUÇA AGORA
Clique no play e curta a Nova Onda
Open chat