Slash e Iron Maiden apostam no ressurgimento das fitas cassete

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Slash lançou no início deste mês com Myles Kennedy and the Conspirators um novo álbum de estúdio, o quarto do projeto, intitulado 4. O disco foi disponibilizado pela Gibson Records nas plataformas digitais e também em mídias físicas, com um carinho todo especial para o formato cassete. Em vídeo publicado na quinta-feira (17) nas redes sociais de Slash, o novo trabalho aparece sendo reproduzido em um toca-fitas, dando uma atmosfera clássica ao novo material do projeto.

Um dia depois, foi a vez do Iron Maiden atingir em cheio o coração dos amante do K7 ao revelar na internet que The Number of the Beast, primeiro álbum com o vocalista Bruce Dickinson, vai ganhar uma edição especial pra quem curte uma “rebobinada”. A banda vai celebrar os 40 anos do disco, completados em 2022, oferecendo aos fãs o relançando em uma edição limitada em fita cassete a partir de 25 de março.

As fitas cassetes ganharam um novo rumo a partir de 2014, quando um walkman chamou atenção do mundo em uma cena do primeiro filme de Guardiões da Galáxia. Com uma trilha sonora nostálgica lançada em formato K7, a produção fez com que o interesse nessa mídia aumentasse em uma proporção gigantesca. De acordo com dados oficiais compartilhados pela Indústria Fonográfica Britânica (BPI), mais de 185.000 fitas foram vendidas somente no Reino Unido em 2021, um aumento de quase 20.000 unidades a partir de 2020 — que já havia dobrado em número a partir de 2019 — e marcando as maiores vendas registradas desde 2003. Curiosamente, novos nomes como Billie Eilish e Lana Del Rey figuram entre os álbuns de mais vendidos do ano passado no formato K7.

Aqui no Brasil, a gravadora Hearts Bleed Blue (HBB) vem lançando há alguns anos fitas cassetes especiais e limitadas de bandas como Autoramas e Ultramen, enquanto que a Polysom já disponibilizou no mercado cassetes de Planet Hemp, Chico Science e Nação Zumbi e Pity.

Fonte: Rádio Rock
OUÇA AGORA
Clique no play e curta a Nova Onda
Open chat