Tentativas de fraude para o uso indevido do CPF ocorrem a cada 17 segundos no Brasil

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Por isso é importante que os consumidores estejam atentos e adotem medidas para não cair em golpes.
 
O Serasa faz algumas recomendações para evitar que o nome ou o documento sejam utilizados de forma fraudulenta.
 
A primeira delas é desconfiar de links que chegam por meio de aplicativos ou e-mails.
 
Eles podem ser enviados até mesmo por um contato conhecido, que pode não saber que o site é malicioso.
 
Nas compras online, a recomendação é preferir um cartão de crédito virtual, que poderá ser usado somente para aquela operação.
 
Outro cuidado é nunca fornecer dados pessoais e muito menos senhas bancárias por meio de redes sociais ou pelo telefone.
OUÇA AGORA
Clique no play e curta a Nova Onda
Open chat